PT   EN   

  AGROBIO [PT] > AGROBIO > Notícias Agrobio > Glifosato: Assine agora ou nunca (ou espere pelo menos 10 anos)

 Mural dos Associados



Noticias Classificados

  

Associada Cláudia Villax lança livro «A Vida Virgem Extra»

Porque o azeite é a melhor superfood do mundo!E vai descobrir o porquê neste livro, que começa no solo e no olival, acabando na mesa com receitas simples e saborosas.

Quinta dos Medronheiros cria parceria Bio com Ass. Port. de Asperger

Pretende-se o envolvimento dos jovens nas atividades de horticultura, poder levar até à comunidade de Benfica a possibilidade de consumir produtos biológicos certificados sem ter que se deslocar para fora da freguesia. 


Glifosato: Assine agora ou nunca (ou espere pelo menos 10 anos)

Glifosato: Assine agora ou nunca (ou espere pelo menos 10 anos)

I1395-LOGO-STOPGLIFOSATO-ALARGADO-2.JPG

 

PARA ASSINAR CLIQUE http://stopogm.net/iniciativa-europeia-contra-herbicida-glifosato

 

A Comissão Europeia deu indicações há menos de um mês de que pretende autorizar o herbicida glifosato por mais dez anos. O glifosato (mais conhecido por Roundup, ou Spasor) é o herbicida mais vendido no mundo e em Portugal, para além de uma enorme fonte de lucro para a Monsanto e outras empresas.

 

Embora a Organização Mundial de Saúde afirme desde 2015 que o glifosato causa cancro em animais de laboratório, a ECHA e a EFSA (autoridades europeias da química e da segurança alimentar) deram luz verde à sua reaprovação. Esses pareceres só foram possíveis porque se basearam em estudos secretos realizados pela própria indústria (!) e em artigos científicos públicos, aparentemente independentes, em que os autores tinham sido discretamente contratados pela Monsanto para chegar à conclusão de que o glifosato era totalmente inócuo. A existência destas ligações perigosas só em 2017 começou a vir a público, graças a numerosas ações judiciais em curso nos Estados Unicos onde documentos confidenciais foram tornados públicos por ordem do tribunal.

 

Neste momento já estão em curso diversas medidas oficiais para restringir o glifosato: a Bélgica pretende proibir o uso por não profissionais, a França já proibiu a aplicação de glifosato em espaços públicos e até em Portugal foram tomadas algumas medidas para proteger zonas urbanas mais sensíveis.

 

A contaminação do ambiente e dos alimentos - e portanto das próprias pessoas - pelo glifosato é bem conhecida. No caso português, num pequeno conjunto de análises realizadas a voluntários, verificou-se que 100% das pessoas apresentava glifosato na urina e que a concentração média dessa contaminação estava cerca de vinte vezes acima dos valores alemães.

 

Neste momento já não basta restringir o glifosato: é preciso proibi-lo. Há evidências suficientes para justificar medidas que efetivamente protejam a saúde de todos. E o que não se sabe - por exemplo se o glifosato causa ou não desregulação hormonal nas pessoas - também justifica essas medidas. A Comissão Europeia não tem legitimidade para reautorizar um herbicida sem primeiro ter sequer definido o método que irá avaliar se essa desregulação hormonal existe... e no entanto é exatamente isso que se avizinha.

 

Os cidadãos portugueses e europeus não podem, sozinhos, proibir o glifosato, mas podem contribuir para que isso aconteça. Está em curso uma Iniciativa de Cidadania Europeia que obriga formalmente a Comissão Europeia a propor legislação que ponha fim ao glifosato na União. Para a Iniciativa ser válida tem de reunir pelo menos um milhão de assinaturas (neste momento já há mais de 740 mil).

 

Embora a recolha possa decorrer legalmente até ao final de 2017, na prática ela tem de terminar em meados de junho, visto que nessa altura a Comissão deverá tomar a sua decisão final. O tempo urge!

 

Por favor assine aqui para juntar a sua voz ao protesto. Vale a pena! Também pode colaborar divulgando este email e partilhando o apelo nas redes sociais. Se preferir, pode descarregar o formulário de adesão em papel (também em anexo) e, depois de preenchido, enviar para a morada indicada no mesmo.

 

Para questões adicionais contacte a Plataforma Transgénicos Fora: contacto@stopogm.net cc juanfe@wemove.eu

 

E NÃO SE ESQUEÇA DE ASSINAR: http://stopogm.net/iniciativa-europeia-contra-herbicida-glifosato

 

 

                                                                                                                        
Mercados Agrobio Alimentação Saudável Formação e sensibilização Apoio técnico à produção

mamaot2 ue2 ifoam Entidade Formadora Certificada - DGERT facebook_icon twitter_icon

AGROBIO

Notícias Agrobio
Quem somos
O que fazemos
Inscrição de Associados
Outros Mercados
Mural dos Associados
Press Room
Política de Privacidade
Publicações
Contactos

Notícias

Agricultura Biológica

O que é a Agricultura Biológica?
12 razões para preferir biológico
4 Princípios da AB
Desenvolvimento da AB
Certificação em AB
Informação Bio
Links

Agricultura Social

Guia do Consumidor

Mercados AGROBIO
Outros Mercados
Pontos de Venda
Terra Sã
Alimentos de Época

Formação

Produzir e Comercializar

Vantagens do apoio técnico AGROBIO
Apoio Técnico à Agricultura Biológica
Apoio à produção familiar
Projectos de investimento
Apoio ao Desenvolvimento Comercial

Aconselhamento Agrícola

Formulário de inscrição
Serviço de Aconselhamento
Copyright @ 2011 Agrobio. Todos os direitos Reservados.      SICLIK S8V2.AGROBIO.PT.1