PT   EN   

  AGROBIO [PT] > AGROBIO > Notícias Agrobio > Sobre o Artigo da Visão "A Fraude nos Biológicos"

 Mural dos Associados



Noticias Classificados

  

Associada Cláudia Villax lança livro «A Vida Virgem Extra»

Porque o azeite é a melhor superfood do mundo!E vai descobrir o porquê neste livro, que começa no solo e no olival, acabando na mesa com receitas simples e saborosas.

Quinta dos Medronheiros cria parceria Bio com Ass. Port. de Asperger

Pretende-se o envolvimento dos jovens nas atividades de horticultura, poder levar até à comunidade de Benfica a possibilidade de consumir produtos biológicos certificados sem ter que se deslocar para fora da freguesia. 


Sobre o Artigo da Visão "A Fraude nos Biológicos"

Em 2017, a Agricultura Biológica (AB) em Portugal, está em franco crescimento baseado no interesse crescente do consumidor em ter acesso a produtos biológicos. Como reflexo temos a aposta crescente da grande distribuição neste mercado, de que é exemplo a aquisição da única cadeia de supermercados biológicos (BRIO) pelo grupo SONAE.

 

O grande desafio atual é o aumento da oferta de produtos biológicos portugueses, este é um objectivo primordial para o desenvolvimento da AB em Portugal. Por outro lado, a informação e o reforço da confiança sobre o Biológico é outra peça fundamental.

 

A Estratégia e o Plano de Acção Nacional para o Desenvolvimento da Agricultura Biológica foram aprovados no dia 7 de Junho de 2017 e publicados em Diário da Republica no dia 27 de Julho. Este documento representa um compromisso fundamental entre o sector e o Governo para o incremento da AB em Portugal.

 

Assim, não será de estranhar que em simultâneo haja quem veja neste sector uma ameaça ao status quo da Agricultura Portuguesa.

 

O artigo da revista Visão do passado dia 29 de Junho, que deixou a sociedade portuguesa surpreendida ao colocar em causa a qualidade dos produtos biológicos em Portugal, era para ter saído logo após a aprovação da estratégia, não aconteceu devido à tragédia dos incêndios.

 

A Agrobio, num compasso de espera, levou a cabo um conjunto de procedimentos, nomeadamente o do direito de resposta, que foi recusado. Fizemos também queixa à ASAE, solicitando uma investigação sobre o caso de contaminação das couves com glifosato de forma a ser apurado e responsabilizado o prevaricador. Quanto a este assunto aguardamos ainda resposta. Procedemos também a uma investigação sobre a acreditação do laboratório Labiagro para analisar as substâncias em causa, concluíndo que este laboratório não estava habilitado para fazer análises certificadas a algumas das substâncias encontradas como é o caso do glifosato. Finalmente, reunimos também com diferentes atores do movimento da Agricultura Biológica e recolhemos diferentes pontos de vista sobre a reportagem.

 

Não tendo sido possível publicá-lo na revista em causa, publicamos então o nosso direito de resposta, disponibilizando também outros dois documentos, um da Plataforma Transgénicos Fora e outro do fundador da Agrobio, Jean Claude Rodet.

 

Como nos parece que o artigo da revista da Visão foi altamente tendencioso, no sentido de denegrir um setor inteiro, deixamos também alguns estudos para que possam ser descarregados e para que se possa perceber a verdadeira importância da agricultura e alimentação biológica.

 

"Exma Senhora

Directora

VISÃO

Rua Calvet de Magalhães, 242.

2770-022 Paço de Arcos

Ao abrigo do previsto pela Lei nº 2/99 de 13 de Janeiro, a AGROBIO – Associação Portuguesa de Agricultura Biológica, sita na Alameda das Linhas de Torres, 277, Lisboa, vem por este meio exercer o seu legítimo direito de resposta à publicação de artigo sobre produtos biológicos em 2017.06.29, na VISÃO:

  1. A AGROBIO vai remeter este artigo para as autoridades competentes para que investiguem a veracidade da informação, nomeadamente o caso da presença do glifosato em couves;

 

  1. Durante o contacto entre o jornalista Luís Ribeiro e a AGROBIO perguntámos como se identifica um produto biológico e demonstrou não saber. Assim, como pode garantir que recolheu produtos biológicos para análise ? ;

 

  1. Este trabalho jornalístico não é representativo, logo as conclusões não são válidas. Para serem válidas teriam que saber o universo de pontos de venda de produtos biológicos em Portugal (+ de 1000), escolher uma amostra representativa de pontos de venda, que para um erro de amostra de 5% e nível de confiança de 95%, seriam 278 os pontos de venda a observar e distribuídos por todo o território nacional. Ora isto não foi feito;

 

  1. É referido que o laboratório Labiagro encontrou em análise a couves 1,2 mg de glifosato. O laboratório Labiagro não está acreditado pelo IPAC (Instituto Português de Acreditação) para fazer análise a esta substância e mais nove substâncias que diz terem sido encontradas. Estes resultados não estão certificados. Isto é, não podem ser credíveis;

 

  1. A presença de um valor de contaminante desta ordem é, na verdade, um risco grave para a saúde pública. Porque não de imediato comunicado às autoridades competentes, para que estes alimentos fossem retirados do mercado dado a existência de risco continuado e para que fossem encontrados os responsáveis?;

 

  1. A AGROBIO, há 32 anos a promover e divulgar a Agricultura Biológica em Portugal garante, esta é a agricultura mais regulada e controlada, fornecendo alimentos saudáveis, amigos do ambiente e de acordo com o bem estar animal.

 

 A Direcção da AGROBIO "

 

Tenha acesso à resposta da Plataforma Transgénicos Fora aqui

Tenha acesso à resposta de Jean Claude Rodet aqui

ESTUDOS

Implicações na Saúde Humana da Alimentaçção e Agricultura Biológica
Meta - Análise encomendada pelo Parlamento Europeu, Dezembro de 2016

Maior concentração de Antoxidantes e níveis inferiores de cadmio, baixa incidência de resíduos de pesticidas em culturas biológicas: uma leitura sistemática e meta análise
British Jornal of Nutrition, 2014

Qualidade e segurança alimentar dos produtos de agricultura biológica
José Carlos Ferreira, 2010

 

Agradecemos a todos aqueles que têm estado em defesa da Agricultura Biológica em Portugal, assim como da Agrobio - Associação Portuguesa de Agricultura Biológica. 

25-08-2017

 

                                                                                                                        
Mercados Agrobio Alimentação Saudável Formação e sensibilização Apoio técnico à produção

mamaot2 ue2 ifoam Entidade Formadora Certificada - DGERT facebook_icon twitter_icon

AGROBIO

Notícias Agrobio
Quem somos
O que fazemos
Inscrição de Associados
Outros Mercados
Mural dos Associados
Press Room
Política de Privacidade
Publicações
Contactos

Notícias

Agricultura Biológica

O que é a Agricultura Biológica?
12 razões para preferir biológico
4 Princípios da AB
Desenvolvimento da AB
Certificação em AB
Informação Bio
Links

Agricultura Social

Guia do Consumidor

Mercados AGROBIO
Outros Mercados
Pontos de Venda
Terra Sã
Alimentos de Época

Formação

Produzir e Comercializar

Vantagens do apoio técnico AGROBIO
Apoio Técnico à Agricultura Biológica
Apoio à produção familiar
Projectos de investimento
Apoio ao Desenvolvimento Comercial

Aconselhamento Agrícola

Formulário de inscrição
Serviço de Aconselhamento
Copyright @ 2011 Agrobio. Todos os direitos Reservados.      SICLIK S8V2.AGROBIO.PT.1